sábado, janeiro 21, 2006
algumas questões sobre sexo
Enquanto eu zapeava com o controle remoto a procura de um programa interessante, vi uma chamada para um que era algo como "boas perguntas merecem boas respostas".

Uma das perguntas era "você continuaria com alguém porque o sexo é fantástico mesmo o relacionamento não funcionando?". Foi ouvir a pergunta e ter uma das minhas histórias vinda à tona.

A gente sempre brinca com o termo "amor de pica". Não é nem amor, é paixão mesmo e daquelas avassaladoras. Quem não teve uma na vida? Estamos com alguém e não entendemos o porquê até o momento em que estamos no maior rala e rola. Chegamos a nos perguntar "como pode ser tão perfeito?". E no fundo nem é.

Tive uma relação assim. A nossa história não funcionava, pois éramos completamente diferentes, queríamos coisas diferentes, nossas opiniões sempre divergiam, gostávamos de músicas diferentes, tínhamos estilos diferentes. Enfim, éramos completamente o oposto. Eu insisti no "os opostos se atraem", mas hoje vejo que o único lugar que funcionávamos era na cama.

Eu percebi isso enquanto estávamos juntos, mas ao mesmo tempo eu negava que era só isso. Claro que não era só isso, pois havia várias coisas nele que me encantavam. O belo sorriso, a voz, a forma como olhava para mim, como me abraçava, as ligações no meio do dia, o jeito que cuidava de mim quando eu não estava bem. O problema é que ao colocar na balança os momentos turbulentos eram maiores que os momentos bons.

E aí vejo que não é simples responder esta questão, pois no primeiro momento a gente diz NÃO, mas quando estamos vivendo uma história assim, a gente quer mais é que ela continue.

Hoje quando trago esta minha história à tona as melhores lembranças é justamente esse encaixe que era tão perfeito que fica no topo delas.

E você, manteria um relacionamento apenas porque o sexo é magnífico, mas só ele funciona na relação?

Postado por Desiree às 9:32 PM |



7 Comments:
Anonymous Randall escreveu...

Eu acho uma coisa mais curiosa nisso tudo, Desiree... acho incrível, até injusto, que sejamos tão incompetentes na hora de transformar um relacionamento em algo bacana partindo do fato do sexo ser magnífico.

Sabe? Acho que é acomodação pura e simples... vc quer mudar, mas lembra de como na cama as coisas são afudê e tem medo de que até isso se perca, então prefere não mexer em time que está empatando.

Tem questões químicas e fisiológicas, mas acho que seu questionamento passa longe disso, né?

Bjo,

11:37 AM  
Anonymous Felipe Luiz escreveu...

É tudo culpa dos cheiros e fragâncias; gotas densas do perfume e creme na pele, o suor, o bálsamo hormonal das cavernas do encaixe - aquele adesivo que gruda nos cílios da narina e que só é destacado quando encontramos um adesivo com uma fragância melhor.
O mais difícil é o pós-sexo; se for possível transar e ficar abraçado com a pessoa durante longas pestanas, algumas tantas dormências de braços pelos abraços no sono, um beijo sem escova de manhã, e ouvir a pessoa falar e não desviar o olhar nunca, aí sim - o sexo segura. Mas, confesso que a masturbação ajuda muito para não adquirirmos adesivos que desvirtuam nossa razão. Belo artigo este seu, gostaria de ter frases coesas como as suas.

2:17 PM  
Blogger Desiree escreveu...

Randall, eu entendo bem o seu questionamento. No meu caso, eu tentei de várias formas fazer a história funcionar além da cama, mas infelizmente sempre tínhamos problemas, pois enquanto eu já tinha resolvido várias questões na minha vida, ele ainda estava procurando e num radicalismo que me desnorteava, pois ao mesmo tempo que me admirava por ser bem resolvida em várias coisas, isso o incomodava, pois parecia evidenciar os seus próprios problemas. E aí não teve jeito, projeções infinitas sobre mim até eu não ter mais energia para tentar mudar e chegarmos num ponto que não dava mais para seguir em frente (e foram alguns anos tentando melhorar as coisas).

O sexo entre a gente nunca deixou de funcionar, mas ao mesmo tempo virou válvula de escape para acreditarmos que tudo estava bem e não estava. Ele não aguentou e me mandou passear. Enfim... tentativas não faltaram.

E Felipe, o pós-sexo funcionava, o que não funcionava é quando ele não rolava. Parecia que nossos humores oscilavam demais.

bjs aos dois

3:09 PM  
Anonymous karla noara escreveu...

Pergunta dificil , se fosse o contrario a resposta seria um nao sem duvidar mas eu acho q insistiria um pouquinho sim, ariana teimosa, sabe como eh, alem do mais tah tao dificil achar isto que vale a pena apostar um pouco, pagar pra ver, eita, agora fiquei pensando,rsrs
Bjos, boa semana

2:10 AM  
Anonymous Fábio Vanzo escreveu...

Somos apenas animais.

9:56 AM  
Anonymous Anônimo escreveu...

Eu acho bem difícil. Sexo é necessário porem não suficiente.
Muito bom o seu blog - parabéns.
Antaggio
http://naosounormal.zip.net

10:52 AM  
Blogger Ota escreveu...

Eu não manteria nunca!
Sexo, sexo, nogócios a parte.
Hoje em dia, se você quer sexo basta dar a entender que vai formar uma fila de gente disposta a te satisfazer. Mas, minha cara, amizade e companheirismo são escenciais.
Confesso que esta é a minha briga hoje.
Beijos para você, menina doce.

11:08 AM  

Postar um comentário

<< Home