segunda-feira, dezembro 11, 2006
questões sobre a idade
No post anterior eu citei rapidamente um momento de desespero que tive ao saber que estava entrando na fase da decadência feminina. Ontem um amigo falava sobre um encontro com uma garota que conheceu na internet. A idade? A metade da dele. A dele? Menos que a minha. Fiquei um pouco chocada. Acho que sou mesmo preconceituosa, mas quando eu tinha a idade da menina, eu o acharia velho demais para mim, o que confirma de que fato eu sempre fui preconceituosa.

Aí perguntei se ele gostava de meninas mais novas [e bem mais novas] e ele disse que as prefere. Mas por quê? E então ele explicou que as mais velhas sempre têm planos feitos, automaticamente rola uma cobrança maior e apenas namorar pode significar perder tempo.

Eu não entendo muito bem o que é perder tempo com alguém neste sentido. Perder tempo para mim é estar com alguém que não acrescenta nada, que suga, que estressa e que proporciona pouco prazer. Caso contrário, eu considero lucro, mesmo que dure um dia.

Ele citou alguns relacionamentos que teve com as mais velhas e eu o compreendi perfeitamente, mas também chegamos à conclusão de que o que ele procura é justamente não selar um compromisso. Ele concordou. Aí cheguei à conclusão que também gosto dos mais novos, mas não porque eles não querem compromisso, mas porque eu me identifico mais com eles e também porque os interessantes da minha faixa etária já estão na maioria “arranjados”, por isso ampliei o meu target.

Este final de semana foi um exemplo ao me deparar com um potencial homem da minha vida. Fisicamente de acordo com o meu gosto, idade compatível com a minha, os mesmos interesses, papo fluído, mas indisponível. Aí revira os olhos, sente aquele friozinho na barriga, mas se joga na frente do espelho e grita “não vá em frente, você vai se dar mal nessa”. Odeio quando tenho crises racionais e elas têm sido constantes.

Postado por Desiree às 6:37 PM |



4 Comments:
Blogger Julia escreveu...

É engraçado... Não sei quantos anos você tem, nem seu amigo. Também não tô procurando nada sério, pelo contrário... Fugindo de compromisso. Mas gente mais nova no momento tem me deixado maluca (no mau sentido). Os caras não tem o que falar, são muito imaturos... Só se for por uma noite mesmo e acabou. Não tenho mais paciência pra criança, não. Beijinhos!

7:04 PM  
Blogger Ota escreveu...

o detalhe de o homem da tua vida ser comprometido não estava na descrição da tua vidente, estava?
bom estar de volta
beijos

2:19 AM  
Anonymous Anônimo escreveu...

cada vez menos homens realmente interessantes e disponiveis...
são eles que não evouiram, ou nós que estamos por demais exigentes???

entendo perfeitamente tuas crises. tenho passado por varias ultimamente.
bj

9:22 AM  
Anonymous Chic0 escreveu...

Ha Ha Ha... Lembra o Big!
:)

Eu acho que vou seguir a trilha do seu amigo! Estou com 38 e realmente não acho "moças" disponíveis e acessíveis da minha idade! Depois dessa vou considerar seriamente fazer uma nova faculdade! rs
Filosofia? Não... tem uma ex lá... Letras? Tem um amigo muito mais capaz que eu e está com dificuldades na FFLCH... Turismo! Isso! Oportunidade de viagens e aventura! rs

Um Beijo!

9:45 AM  

Postar um comentário

<< Home