quarta-feira, janeiro 11, 2006
café-sexo.cerveja.frança.moda.verão
Tantas idéias borbulhandos, mas tem faltado tempo para escrever. Verão é uma época complicada. Descobri que a maioria dos meus amigos fazem aniversário em janeiro, o que demonstra que as pessoas fazem mais sexo no inverno do que no verão, afinal elas foram concebidas entre maio e julho [sempre tem os apressadinhos que nascem antes].

Sobre a complicação do verão é que você fica mais suscetível a uma mesa de bar. Eu estou há duas semanas assídua em frequentar botecos. Começo a achar que tenho tendências ao alcoolismo, pois beber todos os dias não é algo que acho normal. Ou é e não me contaram?

A outra complicação do verão é que as pessoas saem mais de casa e você encontra facilmente pessoas com que você não quer encontrar.

**frança de novo**

Há algum tempo que insisto que a moda agora é França. Um amigo disse que na França a moda é Brasil, o que faz eu me sentir em total sintonia. Ele me contou que todos os amigos dele estão tentando oportunidade aqui nos trópicos e que haverá uma debandagem geral para cá. Que venham os franceses!! Vou fazer uma faixa linda cheia de coraçõezinhos pulando de alegria com boas vindas na saída de Cumbica. E claro, vou fundar a comunidade Maria Cumbica para que eles se situem logo que chegar.

Francês usa orkut?

**café-sexo**

Li uma matéria que a moda por lá é café-sexo. Achei um luxo você discutir sexo seriamente. Marcar um encontro com pessoas para falar sobre o assunto. Já tem até boate por lá fazendo uma extensão do bate-papo, incluindo leitura, musica e provavelmente a prática no final do encontro.

O propósito dos encontros é terapêutico e informativo. Informativo eu entendo, mas o que seria terapêutico numa conversa sobre sexo? Afinal o assunto é estimulante e não relaxante. Eu não consigo relaxar com este tópico, ainda mais com café. Menos mal se com café, que só o mantém acordado... imaginem o debate acompanhado de vinho ou mesmo uma cervejinha?

Os participantes tem que participar ativamente [teoricamente]. Fico aqui imaginando como são as apresentações e o que são faladas nelas. "Oi, eu sou a Desiree, tenho alguns anos, estou aqui porque gosto de erotismo, sexo, beijo na boca e tenho algumas dúvidas. Espero também melhorar como pessoa".

Só não sei exatamente em que tipo de pessoa eu posso me tornar frequentando um café-sexo. Talvez seja um ótimo ambiente para conhecer gente interessante e você já ter algumas dicas em quem investir. É, imaginem:

- Oi, e aí, como você está?
- To namorando!

- Sério? E onde arrumou?

- Num café-sexo. - do outro lado uma cara de "não entendi" ou expressão chocada

Gostei da idéia, vou trazê-la para os trópicos e quem sabe essa seja a idéia genial que eu estava procurando para faturar alguns trocados.

**paulista&sexo&cerveja**

E li uma materia na TPM escrita por um cara que mora em algum país da América Latina [eu não lembro dos detalhes]. Pediram para ele fazer um texto sobre São Paulo. Li só a metade, pois saí e esqueci de ler o resto.

O que eu lembro é que ele diz que a paulistana bebe muita cerveja e pensa muito em sexo, mas pensa mais do que faz. Será que ele me conhece?

**luxo no banheiro**

Se você é adepto de quebra de paradigma, experimente este link:
http://www.wellbeingworld.com. Como perguntou sabiamente um amigo:

- E como vou saber que está limpo?

Postado por Desiree às 7:01 PM |



5 Comments:
Blogger Ota escreveu...

huahuahuahua
tem vermelho também!
deve ser para 'aqueles' dias!

7:15 PM  
Blogger Desiree escreveu...

pensei a mesma coisa

mas vc nao acha que o melhor seria marron ao invés de preto?

1:16 AM  
Anonymous guetoblaster escreveu...

prefiro sexo feito do que sexo falado

9:36 AM  
Blogger Desiree escreveu...

e quem prefere o segundo? só os teóricos!

10:22 AM  
Anonymous guetoblaster escreveu...

a tia suplicy !! e um bando de gente que fica de pele ruim!!!

7:26 AM  

Postar um comentário

<< Home