sexta-feira, fevereiro 17, 2006
dias orgásticos
Eu até gostaria de ver Rolling Stones novamente. Tenho ótimas lembranças da sua última passagem pelo Brasil. Segundona fria e molhada e eu nas mãos de cambistas. Sorte de última hora, a chuva afastou os menos animados e acabei saindo sem prejuízo e ainda com uma camiseta de brinde. Encarei a empreitada sozinha e depois, sem ter como voltar para casa, eu fui dormir no namorado embalada por "satisfaction".

Agora o rock está na moda mais do que nunca. O mundo curte rock, nossos pais curtem rock, os vizinhos curtem rock. O que um dia foi sinônimo de transgressão, hoje é unanimidade permeada por anseios.

Não vou para o Rio. Uma preguiça danada de encarar o provável aperto e até um medinho. Há um lado que queria muito estar no meio da bagunça, mas o lado velho não permite, assim como a conta bancária colabora para o lado preguiçoso.

Enquanto aqui no trabalho todos estão de malinhas prontas para o Rio, eu encaro uma ressaca a base de café e analgésicos para aliviar a enxaqueca. E fico embalada por "you could have is to much better" para aumentar a vibração que antecipa a chegada do Franz Ferdinand aqui pelos trópicos.

Depois de encarar o stress de achar que ficaria fora dessa, agora chovem ingressos por todos os lados. Quem dá mais? Até para amigos mais desavisados eu consegui ingresso de última hora pagando o preço dos justos: o da bilheteria. Amigos enviam emails perguntando se sei quem quer ingresso, mas claro, com reajuste astrônomico. Todo mundo querendo ganhar em cima do desespero alheio. Eu que pude comprar oito ingressos, comprei apenas cinco, pois não sei super faturar minhas vendas, talvez por isso eu seja uma pessoa tão falida.

Assim como amanhã será um sábado especial para muitos, terça será bem especial para outros muitos incluindo eu, que estou em polvorosa pela chance de cantar "Walk Away" e "Do you want to" com Alex Kapranos e morrer um pouquinho, já que dizem por aí que o orgasmo é uma pequena morte e show de rock de banda que gosto é sempre orgástico [que bom, assim eu libero o que está contido e dou um jeito na pele, já que chocolate não está dando conta].

E viva o rock´n roll!! Que o rock continue em alta e que venham muitas bandas abalar nossos corações moles e acabar com nossas cordas vocais.

Postado por Desiree às 2:47 PM |



1 Comments:
Blogger Ota escreveu...

Opa! será que te encontro lá em meio a 70 mil pessoas? Algumas dicas de como você é eu ja tenho, só falta um pouquinho de sorte.

[estou me imaginando: oi, você é a desiree? Não, desculpa foi engano. oi, você é a desiree?...]

4:34 PM  

Postar um comentário

<< Home