quinta-feira, maio 11, 2006
tem que ser bonito?
O meu lado mais fútil é justamente o meu lado imagético. Eu tenho um amigo que passou a vida reclamando que a mulherada quer mesmo é um homem lindo ao lado. Não concordo. Mulher liga muito menos para essa questão de aparência do que o homem, que é um ser bem mais visual.

Eu gosto de homem bonitinho. Tenho amigas que são categóricas em gostar dos feinhos, pois geralmente eles são mais aplicados. Isso não é regra. Tem homem lindo e interessante, mas há muito interessante que está longe de qualquer padrão de beleza. Tem homem feio e sem sal também.

Meus amigos costumam dizer que eu sempre prefiro os estranhos. Eu diria que prefiro os com estilo.

Aí volto a falar sobre meu amigo reclamão, que está prestes a se tornar um misógino devido à implicância de que as mulheres querem galã de tv. Não adianta dar martelada na cabeça dele para explicar que o que falta nele é justamente "sal". Bonito ele não é, mas isso não importa tanto. Veste-se bem, mas tem um jeito meio gay e todos meus amigos juram que ele ainda não se descobriu, mas isso também não é problema, mulheres adoram gays. É neurótico e é aí que entra o problema. Ele mal conhece alguém e já começa a construir toda uma história. Eu tenho medo! Isso é coisa de mulher de ficar planejando o futuro, vendo como a história vai se desenrolar e tal. Por isso eu gosto dos homens, eles são práticos e tudo mais que eu não sou, ou seja, me complementam.

Aí ele rebate dizendo que mulher não entende homem sensível. Talvez nem todas, mas acho que ser sensível é uma coisa, ser reclamão e não estar satisfeito com nada é outra coisa. E ele continua dizendo que mulher gosta mesmo é de malandro. Fazer o que? Talvez isso seja algum problema genético, mas enfim, gostamos [a maioria] de homem que faz acontecer. Eu não gosto do "malandro", mas gosto de homem que me chacoalha de alguma forma. Não sei lidar muito bem com os "bonzinhos demais".

Somos bem estranhas, isso é fato. Queremos uma coisa, mas gostamos de outra. Queremos um homem romântico, sensível, bacana, mas se for tão perfeito, ele corre o risco de nos entediar com uma facilidade incrível. Queria que fosse mais simples, mas fazer o quê se somos seres tão complexos, paradoxais e que muitas vezes não sabe o que quer?

Uma amiga sempre diz "agora eu gosto é de quem gosta de mim". Acho lindo, funcional e bem pensado. Na prática não funciona. Na contra-mão ela se desgasta num joguinho incrível por alguém que eu não sei se gosta dela. Talvez ele jogue também e eu detesto homens que jogam. Eu sou mais direta nesse quesito. Jogar é algo que sempre me cansou muito. No máximo uma partida de vôlei.

Se beleza põe ou não à mesa, o que importa? Sempre haverá alguém que vai gostar. E, enquanto isso, eu me delicio com rostos bonitinhos e ordinários.

Postado por Desiree às 2:59 PM |



10 Comments:
Blogger Lilize escreveu...

uma coisa q tenho me questionado mto e ateh me incomoda um pouco eh saber se minha "historia" com certo dito cujo é pura vaidade minha (por ele ser tao lindo) ou se eh um sentimento real.

mas a regra geral, acho q a mulher se aplica aquela expressão do "bonito q se torna feio", beleza interior e tal...

mas seu amigo.. acho q eh gay mesmo viu!! hehe..

4:47 PM  
Blogger Edward Bloom escreveu...

Mas ei, eu planejo o futuro. Assim como Zeus, eu tenho um tabuleiro no meio da sala com bonequinhos para representar pessoas de verdade. E fico lá, planejando, bolando estratégias e tudo mais. Its quite funny. Isto, claro, não me torna uma pessoa menos prática. Eu sou mórbidamente prático. Pateticamente prático. E mulher não gosta de gente prática. Eu compreendo. Gente prática é desinteressante. Vivo ouvindo do meu chefe: pô, já? E todas as mulheres da minha vida, todas, sem excessão, me trocaram por caras mais feios. E mais baixos. E mais gordos. Etc, etc.

4:57 PM  
Anonymous Ela escreveu...

O amorzinho atual dela é bonitinho...feinho bem vestido...mas ela está super apaixonada por ele...ele a faz muito feliz, a completa, é super agradável, divertido...tudo de bom...

5:06 PM  
Anonymous Ela escreveu...

Ela está arrumando seu endereço

5:08 PM  
Blogger geração prozac escreveu...

Antigamente eu me sentia muito futil porque sempre gostava dos garotos mais bonitos da escola...e nunca tinha chance com eles.Parece até que fazia de proposito, so para sofrer por amor.
Isso passou quando comecei a namorar uma pessoa que fugia totalmente dos meus padroes de beleza mas que me completava como nenhum homem jamais completou.
Desencanei de vez...Não preciso de trofeus.

ps: seu blog é muuito bom.Parabens. Adorei a maneira como escreve.

7:30 PM  
Anonymous Tiago escreveu...

Eu acabo sendo muito exigente com a belza.. mesmo n sendo nenhum Deus grego..

..mas pelo menos eu tenho a noção q fidarei meus dias sozinho mesmo! :F

10:55 AM  
Blogger Marco Santos escreveu...

Essa sua visão sobre como as mulheres nos vêem, me seria muito útil há trocentos anos atrás. Demorei muito para perceber o que vocês queria dizer com "o cara não pode ser muito bonzinho". Demorei mas aprendi. Beijo.

11:54 AM  
Anonymous Pantera escreveu...

Ai, eu sim, faço questão absoluta de que o cara seja bonito. Mas claro o que é bonito pra mim pode não ser pra outra pessoa. Não sei... Não me entra um cara feio, tem que ter alguma coisa que eu gosto, que me atraia muito! Também não precisa ser perfeito, isso é verdade! Porque se o cara é gente boa e eu gosto, ou estou apaixonada ele fica lindo de qualquer jeito!!! Bonitinhos mas ordinários? Mas peraí... São todos ordinários!!! Não tem essa de bonzinho demais não! Os bonzinhos demais ou não existem ou se existem acabam se tornando ordinários com o tempo... E sim, sal! Não precisa ser um mlandro pra temperar a relação! É só deixar um cheiro de mistério no ar que tá valendo... Mesmo que o mistério seja fake, afinal nós nunca vamos saber o que é que eles realmente fazem quando estão longe da gente!

1:50 AM  
Blogger Lorens escreveu...

Adorei o que escreveu. Concordo plenamente com tudo. Acho que você passou realmente qual é a visão das mulheres. Esse seu amigo realmente pensa como muitos homens pensam mas não é bem assim que a coisa funciona de verdade.

12:54 PM  
Blogger Fugu F. escreveu...

Adorei o texto. Mas o problema não é ser bonitinho ou feinho. É a versão torta de sensibilidade que os rapazes foram buscar no séc. XIX. A mulher sensível na qual eles se inspiram é muuuito chata. Atualmente, eu fujo dos sensíveis. Prefiro os educados ... rssss Beijo da Fugu.

1:30 PM  

Postar um comentário

<< Home