sábado, maio 06, 2006
por que eles retornam?
Na adolescência o maior mistério para mim foi desvendado por um moleque de 15 anos e a resposta foi dada na revista Capricho. A questão era "porque quando estou namorando, ficam todos no meu pé e quando estou sozinha, ninguém me quer". A resposta dada sabiamente pelo tal moleque é de que a garota ficava mais bonita e divertida quando estava apaixonada.

Sabemos hoje que quando nossos corações batem a mais por alguém, o restante do mundo parece nos notar. Eu fiquei um ano amargando o fim do meu último namoro. Não fiquei jogada às traças, não perdi a esperança no amor, não jurei para mim que ficaria sozinha, pois estaria melhor assim, não passei a abominar a espécie masculina e nem cogitei mudança de time. Ao contrário, fui busca-lo como aliado, deixei o coração bem aberto para dar aquela ventilada e torci mesmo para me apaixonar logo.

Foi uma história atrás da outra e claro, algumas delícias e outras frustrações.

E enquanto rola esse vai e vém de pessoas nas nossas vidas, algumas vezes somos surpreendidos por alguém que revira nossos olhinhos e nos causa aquele friozinho na barriga! A gente se joga.

E então, o tal, finalmente enterrado após um ano, reaparece cheio de glória. Um ano fingindo que você não existe e então ele parece sentir os bons fluídos que andam em torno de você e resolve invadir sua vida.

Para alguém que nunca fez uma surpresa sequer, aparecer na sua casa em plena 1h da madrugada para convida-la para uma cerveja é de cair o queixo. E aí você pergunta: o que ele quer agora?

Finge que não quer nada. Invade seu apartamento, se joga no seu sofá, toma seu vinho, passa as mãos nos seus cabelos, pega na sua mão, olha fundo nos seus olhos e insiste para sair com ele. Você está descabelada, enfiada numa micro-saia, que foi o que deu tempo de vestir para abrir a porta, bocejante, virando uma taça de vinho para tentar entender tal comportamento excepcional.

Não faz perguntas. Ambos fingem que o tempo não passou, que agora são amigos, você quer dispensa-lo, mas demora um pouco para conseguir. Quando finalmente ele vai embora, você fecha a porta, se joga na sua cama, que agora parece tão grande e vazia, e se entrega à maldita insônia que a abate após tal episódio.

Por que eles retornam? Não sei, mas parece que querem aterrorizar a sua vida.

E de repente ele passa a ligar frequentemente, muitas vezes inventando desculpas esfarradas, alegando ligação por engano até que em plena sexta-feira, ele toma coragem e a convida para um cinema, que você não está afim.

Ficou meses tentando entender o porque ter terminado daquele jeito, chorou como louca, ligou e não foi atendida, foi deletada do msn dele, enviou email e não teve resposta e então, se cansou e virou a página, claro que muito lentamente. E quais ventos o traz de volta? Talvez não descubra nunca.

Como no primeiro encontro, você apenas ficou curiosa, mas não chegou a se comover, não vê mal algum em topar um café, já que o cinema acha arriscado demais, pois vai que ele pega na sua mão, passa a mão nas suas pernas e aproveita o escurinho para te beijar e o pior, você não consegue resistir?

Tudo pensando: ele aparece com cabelo novo e justamente do jeito que você sempre disse que adorava, mas ele não cortava só para não fazer seu capricho. Está vestido do jeito que você gosta, mas que não é muito o estilo dele. Sorrisão estampado e cara de quem não quer nada.

Tomam café, você fala compulsivamente por 8 minutos até ser cortada, então você pára, respira e deixa as coisas por conta dele. Nada se revela. Absolutamente nada. Ele quer ser seu amigo? Você busca sinais. Nenhum. Ele ainda volta a insistir no cinema, mas você recusa alegando indisposição pós-gripe.

Vão embora, se despedem com um beijo rápido no rosto e ficam de se falar. Você parte com um clima estranho e não sabe exatamente o que está sentindo, afinal ele fica tão gato com a cabeça raspada. E a pergunta volta: por que agora?

Postado por Desiree às 10:35 PM |



17 Comments:
Anonymous Guilherme escreveu...

vc quer saber os motivos da volta??
www.bloguits.zip.net

cuidado...

11:23 AM  
Blogger nandi escreveu...

e aí? conseguiu suas respostas?
;-)

1:00 PM  
Blogger Lilize escreveu...

nossa desiree, adorei o layout novo!!!!

mas o texto em si leio depois oká? hehe essas minhas visitas aos pedacinhos... hihi

12:01 AM  
Anonymous Bernardo escreveu...

E quando você acha que tá por cima da carne seca ele some porque só queria um quick-revival que foi recusado. Odeio viver essas situações.
E meu sonho de vida é aparentar estar comprometido quando estiver solteiro e aparentar estar solteiro quando estiver comprometido.

10:02 AM  
Anonymous Tiago escreveu...

Muito massa o layout novo! Ganhei até dois linkes! =)

Quanto ao retorno, n sou mt capaz de explicar. Quando me apaixonei demais, fui o dispensado e n o q dispensa. E as q dispensei, n fui atrás. N q n quisesse.. mais por orgulho mesmo.

11:27 AM  
Blogger Ants escreveu...

Eu sempre acreditei nessa hipótese bioquímica, de que a paixão nos faz bem pra pele e nos torna mais desejáveis. Mas recentemente me aconteceu isso à distância. Se a pessoa não está te vendo - e portanto não pode notar que você está mais bonito - como explicar o súbito interesse? Eu acho que a grande verdade é que Deus não passa de um roteirista com um humor meio estranho.

Bom te ver ontem. :)

3:34 PM  
Blogger bzfaz escreveu...

ei..
adorei o template novo...
tudo de bom...

11:23 PM  
Anonymous Ela escreveu...

Ela viu a história dela ai...
depois de um ano e de ter casado com outra (e separado) dois meses depois, ele volta, com a maior cara de pau, falando lindas coisas e perguntando se ela se casaria com ele depois q o divórcio saisse...ela diz que 90% de certeza que não e 10% que sim, se ele mudasse tudo que precisasse...e recomeçasse a vida com ela em outro lugar e de outra forma, vivendo 100% um para o outro...ele responde que ai teria que pensar, mas que acha e não está muito diposto a fazer tudo isso...
Então pq voltou ???

10:18 AM  
Blogger Serjones escreveu...

Depois de 7 meses eu a procurei. Ela tb achou estranho. Fiz uma proposta de vida nova, tipo casamento, juntar os trapos. Fui claro e objetivo no porquê de ter voltado: "eu ainda te amo e quero voltar a ser feliz ao seu lado".
Ela não quis.

Se quer saber a resposta dele, pergunte! Quem sabe não é a chance que ele precisa pra abrir o jogo?

7:24 PM  
Anonymous Mozart escreveu...

mulher é uma raça muito complicada mesmo!

7:57 PM  
Blogger Natty escreveu...

OI querida...minha primeira vez aki e adorei seu blog...
confesso que li só este ultimo post, mas minha visita é garantida para um dia em que tenha mais tempo para ler os outros...
adorei mesmo o jeito com que descreves as situações..
beijos no coração

3:36 AM  
Blogger Edward Bloom escreveu...

Hehe, algum experimento com ratos deve responder essa sua pergunta. Aliás, experimentos com ratos respondem praticamente tudo.

3:21 PM  
Anonymous Pantera escreveu...

Acho que a questão não é nem porque eles retornam... E sim, porque é que a gente cai na rede de novo....

4:10 PM  
Blogger André escreveu...

Bem bacana seu novo layout! =]

Olha, a resposta eu nao sei...ms eh por coisas assim q aprendi q jamais devemos dizer "nunca"... nunca diga "desta agua nao beberei" ou "nao beberei d novo"

8:39 PM  
Blogger Marco Santos escreveu...

Belo layout...Tem o seu jeito, acho.
Sobre o rapaz em questão, eu sei o que ele quer. Mas não tenho intimidades suficiente contigo para dizer.
Um beijo, querida.

2:08 PM  
Blogger Lilize escreveu...

=/

4:40 PM  
Anonymous Mariane escreveu...

Ah, parabéns (o.O), tudo indica que vc encontrou o seu Jason. Toda a vez que vc achar que ele estava morto ele vai te surpreender e voltar para atrapalhar a sua vida, até, finalmente, conseguir matá-la. Toda mulher tem, pelo menos, um Jason...

10:35 PM  

Postar um comentário

<< Home